Páginas

Economizando no transporte utilizando a carretinha reboque

Por que investir em uma carretinha reboque? Em algumas regiões brasileiras, o termo reboque é costumeiramente utilizado, enquanto em alguns estados é normal ouvir os termos carreta reboque ou, simplesmente, carretinha. Regionalismos à parte, a carretinha é um excelente equipamento acessório para veículos motorizados. A carretinha cumpre perfeitamente seu papel no apoio ao transporte e reboque de outros veículos, barcos, iates e até animais. Na área rural, por exemplo, você encontrará vários destes veículos reboque trafegando pelas vias públicas, onde dentre eles há um modelo dedicado à transportar animais. Na área urbana, é possível ver várias carretinhas circulando com móveis ou objetos de grande porte, especialmente eletrodomésticos e cargas pesadas. Esses acessórios são utilíssimos pois proporcionam transporte rápido com baixo custo. Uma deficiência natural da carretinha reboque é o desgaste da estrutura por causa da corrosão ou ferrugem, mas isto é comum somente nas regiões litorâneas. Outro fator limitante é a falta do espaço necessário ao estacionamento das carretinhas. Nem todas as residências dispõe do espaço necessário, e por essa razão torna-se necessário guardar o veículo em uma garagem privada mensalista. Caso você consiga encontrar uma vaga em estacionamento descoberto para guardar sua carretinha reboque, basta adquirir uma capa automotiva, que poderá ser constituída de lona simples, afim de proteger seu reboque contra as ações do clima.
Normalmente, as pessoas confundem carretas com caminhões, sendo que isso dependerá muito da região do país. Em alguns lugares, a população refere-se ao reboque como uma carreta. Nas cidades portuárias, como Santos – no estado de São Paulo – o termo carreta é mais utilizado quando deseja-se falar sobre caminhões. Em vários jornais vemos manchetes noticiando acidentes entre automóveis e carretas, ou seja, veículos de passeios e caminhões. A carretinha reboque têm algumas características que as confundem com seu primo distante, pois a exemplo da carreta, o reboque também não possui tração própria, ou seja, é um veículo não motorizado. Por essa razão, ele necessita ser conectado à um veículo automotor através do engate. As principais situações onde a carretinha reboque será necessária é, obviamente, onde exige-se grande capacidade no transporte. Esse transporte exige geralmente veículos maiores, como caminhões ou carretos com caçambas simples. Às vezes, é muito trabalhoso ou dispendioso procurar empresas as quais fornecem tais serviços, e a opção do reboque surge como escolha mais prática e também econômica. Se você calcular os custos detalhadamente, verá que nem sempre contratar um carreto é o melhor caminho, pois alguns caminhoneiros cobram valor entre R$80 a R$150 reais nos serviços relacionados a frete e entregas rápidas. Enquanto isso, é possível alugar reboques para carros a partir de R$30 reais a diária.
A vantagem de locar reboques consiste na praticidade e autonomia proporcionados por estes acessórios no transporte das cargas. Este veículo não traz grandes despesas e custos de manutenção, inclusive com seu licenciamento – consulte o site do DETRAN para mais informações. Para o lazer, a carretinha reboque mais uma vez mostra sua grande utilidade em ocasiões quando você deseja viajar e deseja levar também sua motocicleta, e para situações como esta existe a carreta para moto. O próprio condutor ou motorista que manobrará seu veículo naturalmente também conduzirá o reboque, e essa independência em trafegar sem depender de terceiros confere maior tranquilidade ao responsável pela carga ou pelos objetos transportados. O aluguel da carretinha têm um custo benefício muito bom, e a vantagem principal da locação é economizar com custos normais do frete. Mas, mesmo se você desejar comprar uma carretinha reboque nova seguramente fará um excelente investimento patrimonial. Ter seu próprio reboque tornará seus transportes muito mais fáceis e rápidos, uma vez que estes veículos são muito simples de conduzir e não requerem habilidades excepcionais por parte dos condutes para trafegar nas ruas e avenidas mais movimentadas. Contudo, devido ao maior número de eixos e ao comprimento total dos veículos conduzidos, é evidente que o motorista deverá ter atenção redobrada ao trafegar com seu reboque, mesmo durante as manobras com as quais já está acostumado.

Nenhum comentário:

Agradeço o apoio dos amigos - Dag

Estamos no facebook

Ouça o meu Pássaro

Vamos Rir um pouco?

Fotos de satélite, antes e depois do tsunami no Japão

Peixes

src='http://parts.kuru2jam.com/js/swflayer.js'>