Páginas

Stock Car

Stock Car
Por [@JulianaTesser] de São Paulo 05/07 - 15:22
Jimenez revela que Tuka andou com carro em chamas por uma volta inteira
Sérgio Jimenez estava atrás do carro de Tuka Rocha no momento em que o fogo começou e revelou que as primeiras chamas tiveram início uma volta antes de o piloto da Vogel ter se jogado do carro.
No último domingo (3) a etapa do Rio de Janeiro da Stock Car viveu um momento de tensão. No fim da segunda volta, Tuka Rocha precisou pular de seu carro em movimento, por conta de um incêndio que havia invadido o veículo. As causas do incidente ainda estão sob investigação da Vogel e também da JL, empresa responsável por fornecer os carros da Stock, mas na manhã desta terça-feira (5) o piloto Sérgio Jimenez revelou ao Grande Prêmio que as chamas começaram ainda na primeira volta.
Jimenez revelou que incêndio no carro de Tuka Rocha começou uma volta antes

O piloto da RZ, que estava logo atrás do carro da Vogel no momento do incidente, contou que quando Tuka passou pela reta dos boxes o carro já estava em chamas. “Eu estava atrás, brigando junto com ele e com mais um piloto, e o fogo não começou ali. O fogo começou uma volta antes”, afirmou Jimenez. “O fogo começou do nada, na reta, e ele não teve nenhum toque, pelo que eu pude ver”, contou.
Sergio afirmou que ficou surpreso por Tuka não ter percebido as chamas e deu um relato impressionante sobre o incidente. “O que me surpreende é ele não ter visto esse fogo na reta dos boxes e no curvão do oval, porque ali já estava pegando fogo. Foi muito estranho, porque a gente fez todo o miolo atrás dele e o fogo era gigante já no miolo”, disse o piloto, que fez neste final de semana a sua segunda prova na Stock Car. “A roda parecia uma bola de fogo e é muito estranho ele não ter visto, não ter sentido”, avaliou.
O piloto, que terminou a etapa carioca na 18ª colocação, ressaltou a importância de identificar o que causou o fogo, para que seja possível evitar que o mesmo problema se repita. “Temos de achar o motivo do que aconteceu e achar um jeito de poder evitar para que não aconteça novamente”, falou.
O paulista também falou sobre a atuação da comissão dos pilotos, formada após a morte de Gustavo Sondermann, em uma prova da Copa Montana, em Interlagos, no dia 3 de abril. Na visão de Jimenez, a CBA se mostra interessada em ouvir a opinião dos pilotos. Para o piloto, as reivindicações da comissão serão atendidas.
“Eu entrei agora na V8, é a minha segunda corrida. Eu pude participar da reunião do Rio de Janeiro, e a gente está conseguindo passar bastante coisa que nós pilotos queremos”, afirmou. “Eu só participei de uma reunião, mas eu senti muito a CBA escutando o que os pilotos falam, o que é bom”, continuou.
“Eu acho que os pedidos que todo mundo está fazendo vão ter efeito, com certeza, a médio e longo prazo. Eu não acredito que de imediato consiga fazer tantas mudanças”, finalizou.

Nenhum comentário:

Agradeço o apoio dos amigos - Dag

Estamos no facebook

Ouça o meu Pássaro

Vamos Rir um pouco?

Fotos de satélite, antes e depois do tsunami no Japão

Peixes

src='http://parts.kuru2jam.com/js/swflayer.js'>