Páginas

Bernie Ecclestone envolvido em escândalo de corrupção na Fórmula 1

O patrão da Fórmula 1 terá recebido uma comissão por parte
de um banco alemão no valor de 29 milhões de euros.
O detentor dos direitos comerciais da Fórmula 1, Bernie Ecclestone, está a ver o seu nome envolvido num escândalo de corrupção que envolve a venda, por parte de um banco alemão, das acções que detinha na modalidade, actualmente detidas pela CVC Capital Partners, proprietária da Fórmula 1.Em causa está o alegado pagamento de comissões ilegais ao empresário britânico, que antes terá subornado Gerhard Gribkowsky, responsável pelo processo de venda das acções que banco BayernLB detinha na Fórmula 1, avança a BBC.
Os dados da investigação apontam que terá sido pago um suborno ao banqueiro alemão de quase 31 milhões de euros.
Por outro lado, Bernie Ecclestone terá alegadamente recebido uma comissão do banco a rondar os 29 milhões de euros, indica o site autosport.com, com base nos dados avançados pela investigação conduzida pelas autoridades alemãs.
O processo, que remonta a 2006, resultou na compra das acções do BayernLB por parte da CVC, empresa que detém actualmente os direitos comerciais da Fórmula, e da qual Ecclestone é o representante.
Gerhard Gribkowsky foi detido em Janeiro no âmbito das acusações.
SOL

Nenhum comentário:

Agradeço o apoio dos amigos - Dag

Estamos no facebook

Ouça o meu Pássaro

Vamos Rir um pouco?

Fotos de satélite, antes e depois do tsunami no Japão

Peixes

src='http://parts.kuru2jam.com/js/swflayer.js'>